segunda-feira, outubro 27, 2008

OUTONO

((Vale de Canas, Coimbra,
enquanto as folhas peregrinavam para o solo,
era alado o nosso sentimento...)
PHOTO made by US




que o chão acolha o fim do meu voo.


serei húmus fértil,
escapando assim ao vil destino de envelhecer preso a um ramo que me rejeita!

17 Comments:

Blogger SAM said...

Que bonito, amigo! A foto, lindíssima...E é o nosso anseio este apelo...Antes assim...


Grande beijo

3:52 da tarde  
Blogger Artista said...

Tanto...
Nada!
Invenções/intenções...
Certezas!

Espaço restrito dos que não podem (por quererem de mais)
Sombras obrigatórias
Dias a mais, dias a menos.
Explosão insonorizada
Num interior sísmico!
Sem perceber,
Melhora
Piora
Resiste...
Abalos que derrotam...
Vencidos!

Certezas!
Intenções/invenções...
Nada!
Tanto...

5:30 da tarde  
Blogger fgiucich said...

Hermoso pensamiento. Abrazos.

10:53 da manhã  
Blogger MySelf said...

O Outono está no nosso coração...

2:38 da tarde  
Anonymous Marisa said...

Que o céu acolha o seu vôo e que os dias não fiquem por viver...

10:51 da manhã  
Blogger Olhos de mel said...

Oie lindo! Infelizmente o envelhecer acontece e o tempo é ingrato com as pessoas. Mas podemos ser jovens em espírto. Negar o tempo cronológico e determinar um novo tempo.
Aceitar, nem diria, mas ter a certeza que podemos viver com qualidade isso é importante! Não perca o dom de voar, porque podemos alcançar o universo em nossos voos. Talvez não conquistemos o espaço, mas teremos o orgulho de que tentamos e que algumas coisa boas ficaram.
Sonhar sempre! Pois os sonhos nos deixam a esperança de realizar. O que parece um um, pode ser um grande começo. Muitas vezes precisamos colocar emoção em nossas vidas. Precisamos acreditar que somos aquilo que pensamos, que se não temos o mundo nas mãos, podemos transformá-lo com nossa visão.
Cada ser tem na vida a parcela de sofrimento que lhe cabe, mas pode tirar dela uma grande lição, viver tudo que pode e ter essa vida com mais emoção.
Fácil dizer, dífícil aceitar e mais difícil ainda, praticar. Mas só tentando, descobriremos a força que temos.
O grande homem não é aquele que tem tudo e consegue sempre alcançar, mas o que com todas as dificuldades, driblando as intempéries da vida, consegue realizar...
Eu acredito em você! Bom domingo! Saúde e força!
Beijos

12:16 da tarde  
Blogger Olhos de mel said...

Oie lindinho! Passando para deixar um beijo e saber de você.

9:16 da tarde  
Blogger Atriz said...

quase não venho aqui, mas em compensação, quando venho, a surpresa sempre é agradável!!!!

beijo, Gisele

1:10 da manhã  
Blogger mariazinha said...

Tu não tens idade, nem envelheces. O mundo é que não tem pedal para te acompanhar.

Beijo grande*

1:30 da tarde  
Blogger Artur Moura Queirós said...

O seu rosto vive sempre nas folhas que nascem, nunca nas que viram húmus.

Uma visão do Outono de quem vive entre a primavera e o verão nunca esquecendo de fazer umas visitas de pura delicadeza ao Inverno e ao Outono.

Das suas folhas sai o oxigénio que alimenta muitos seres de todas as idades, credos e cores...:)

3:12 da tarde  
Blogger SAM said...

Ótimo fim de semana, amigo!


Beijos

10:27 da tarde  
Blogger Jorge Cardoso said...

a rejeição do ramo partiu o destino do homem em dois, soltou a folha triste e amarelada, na espera do verde claro da aurora.

penso que escapou desta amigo, por isso o vil destino perdeu o peso de o fixar ao chão, para a frescura da linguagem, matéria humana de ponto de partida.

passo a passo o abraço...

5:06 da tarde  
Blogger Anja Rakas said...

Os ramos são pequenos afazeres de uma natureza ocupada e desfavorecida pelo modernismo sentimental.
Sendo tu húmus, abençoada será a terra, bela será a planta q de ti nascer e em ti penetrar.
Bj

5:18 da tarde  
Blogger Lusitana Presença said...

O outono é o fim de um ciclo natural. Mas todos os fins são o principio de muitos mais...

11:40 da manhã  
Blogger NAELA said...

Todos os Outonos envelhecem juntamente com os nossos sentimentos, renovam emocoes e nos deixam trespassar o enigma do ser!
Bela imagem que acompanha este dizer de forma profunda!
Beijo doce

11:28 da manhã  
Blogger Betty Branco Martins said...

.querido________Joaquim





.o


espaço nasce entre


o.círculo.e.o




triângulo



composição______do mundo





que




.ao fundo do bosque

constrói o esboço


__________de um relâmpago___...



_________...











beijO____C____carinhO

9:09 da tarde  
Blogger Paulo T Pires said...

o outono, sempre tão... rico, e em tão poucas palavras afinal consegue contar-se tanto...
abraço
ptp

11:40 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home