sábado, janeiro 12, 2008

ALTAR


o mel da minha saliva diz-me que em ti construo uma prece devotada ao altar do desejo. recolho-me em devoção à doçura incessante com que transformas o meu suor na água benta da dádiva.
oferto-me e no meu corpo te entrego todos os pedaços firmes da minha fé!

glória eterna ao teu luar sem mácula,
que rezarei sem cessar nos meus uivos cantados!


©2008 joaquim amândio santos e editorial negratinta

PHOTO created by AUGUSTO PEIXOTO

66 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Prece ardente que sorve os ecos do luar.

http://fiosdourados.blogspot.com/

6:56 da tarde  
Blogger Artur Moura Queirós said...

Porque em cada luar, nasce o uivar, de encantamento pela deusa que mora na fé do desejo...:)

Mais um momento em que as palavras formam imagens que ternamente violentam a mente de todos os que têm "fé" no desejo do "sagrado" ...:)

6:58 da tarde  
Blogger Pilar M Clares said...

Ao entrar a lâgrima da luz afirm-se o suor na água benta.
Muito belo e muito prazer.

7:16 da tarde  
Blogger Natália Reis said...

Tudo o corpo. Na saliva. No suor. No sagrado.

*

9:37 da tarde  
Blogger Vica said...

Lindo poema, amigo.

10:16 da tarde  
Blogger SAM said...

Amândio

Que lindo!!!

Consagrado altar da mais linda oferenda: o amor. Iluminado pela luz sublime da paixão - glória eterna. Fé que anima nossas vidas.

* Lindo comentário do Artur...

Beijos

2:53 da tarde  
Blogger Márcia(clarinha) said...

GLÓRIA!
dias lindos poeta amigo
beijos

2:57 da tarde  
Blogger Nuno da Cunha Ferreira said...

Ajoelho no altar da luz das palavras!

Um altar de emoções e sentimentos,

Abraço ;)

11:32 da manhã  
Anonymous Atena said...

um tema deveras apaixonante este, o do desejo sagrado, mas sempre me surpreende com tuas metáforas rssssss
bjssssssssssss

1:19 da tarde  
Anonymous Olhos de Mel said...

Aff, meu amigo! Isso é lindo demais! Perfeito esse amar de fé e desejo...
Que sua semana seja de realizações!
Beijos

3:05 da tarde  
Blogger isabel mendes ferreira said...

obrigada Prof.Poeta.



_______________re.prazer em ler.


aqui. claro.


como sempre.



beijo.

3:11 da tarde  
Blogger © Piedade Araújo Sol said...

bonito poema...

3:17 da tarde  
Blogger alice said...

que saudades eu tive suas, amândio. pensava-o ausente. obrigada pela sua visita. é sempre uma honra vê-lo na tradução. espero que a tinta vá correndo sempre. cada vez mais negra. cada vez mais bela. gosto muito de o ler. um beijinho.

3:46 da tarde  
Anonymous Vitor Ribeiro said...

Depois destas palavras, só me resta estar em silencio e continuar a sentir a energia nelas transmitidas.

Mais uma vez está de parabéns pelas lindas, simples e fortes palavra.

3:48 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Sei que por vezes a distância é fruto donde vivemos, mas existe uma coisa que muito me orgulho : ter o privilégio de te ter como irmão.

Sinto muito mas mesmo muito orgulho em ti , disso não tenhas a menor dúvida.



Um abraço enorme e felicidades na arte de bem escrever........................

Teu mano
Orlando

4:00 da tarde  
Blogger sónia said...

maravilhoso como sempre :)

um beijo

4:46 da tarde  
Blogger Pedr0 said...

Estas palavras transmitem um estado de alma em que às vezes nos encontramos, e não sabemos como nos expressar.

Mais uma vez, parabéns!

Abraço

5:35 da tarde  
Blogger serenidade said...

Uivos de louvor ao Amor, inscritos em negro pergaminho vermelho tingido:)

Serenos sorrisos

6:13 da tarde  
Blogger mariazinha said...

amen.
*

10:37 da tarde  
Blogger Obscuridade Translúcida said...

glória aos deuses por este amor e entrega cega...

9:49 da tarde  
Blogger Gerlane said...

Uma autêntica expressão de amor:a devoção.
Ótimos os teus textos!

Abraços!

4:28 da tarde  
Blogger Sophiamar said...

O culto do amor, do desejo, da posse do corpo amado...

Um bonito poema.

Beijinhos

5:33 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

como todos os outros este poema é lindíssimo.
também as minhas rezas foram semeadas no altar das boas sementes, onde estava a sua fonte sábia para me regar e eu poder crescer nas palavras que a minha alma transpira.
obrigado...

5:45 da tarde  
Blogger MIMO-TE said...

Adorei ser surpreendida!
Vim logo...
Claro, eu sou assim!:)
Mas a surpresa afinal continuou por aqui!...:)
Coloquei-te nos meus favoritos e vou querer ler-te, conhecer o teu sentir, voltarei e é óbvio que adorei!

bjo
mimo-te

5:53 da tarde  
Blogger Eärwen Tulcakelumë said...

É este um Altar que deve ser preservado. Belo!

Pérolas incandescentes de inspiração.

Carinhosamente

Eärwen
17.01.08

6:33 da tarde  
Blogger Olhos de mel said...

Oie meu amigo lindo! Eis-me aqui diante desse altar, para deixar um beijo.

6:36 da tarde  
Blogger Claudia Perotti said...

Ardência, desejo à flor da pele.

Lindo demais, querido!

Beijinhosssssssss

6:58 da tarde  
Blogger fgiucich said...

Gracias por visitar mi casa y dejar tus comentarios. Volveré. Saludos.

7:09 da tarde  
Blogger Vieira Calado said...

Em forma de poema de amor e paixão.
Glória de quem a tem.
Cumprimentos

7:24 da tarde  
Anonymous Nuno Melo said...

De modo muito simples deixo aqui o meu agradecimento á pessoa que é Joaquim Amandio Santos, não pela "contratação", mas pela forma aventurosa, ousada e pró-activa que encara o mundo desmedido da poesia.. Como diz o povo, "um grande bem haja" Prof. Amandio!!! Abraço

9:21 da tarde  
Blogger Papelucho said...

la culpa no es si su madre era sexualmente muy activa o su padre, pecori un borracho y misogino.

9:47 da tarde  
Blogger Manuela said...

belo o teu poema. cheio de encanto e de um amor puro, angelicl diria...
gostei de te conhecer.
vou voltar :)

9:53 da tarde  
Blogger Rafeiro Perfumado said...

E então se estiver Lua Cheia, é a loucura...

10:32 da tarde  
Blogger Nilson Barcelli said...

Este texto não é prosa, é poesia da melhor.
Parabéns pela qualidade literária.

Abraço.

10:54 da tarde  
Anonymous Saramar said...

Belíssimas palavras de devoção.
Encanto-me com o sentimento tão profundo que transforma o sacro na mais humana das comunhões.
Beijos

11:05 da tarde  
Blogger Gina said...

Dádiva e troca....
Lindo poema ao amor e partilha...
Obrigado pela sua visita, prometida a volta ao seu cantinho.
Beijinho

8:43 da manhã  
Blogger Menina_marota said...

Quanta ternura e sensibilidade, este poema encerra.
Um abraço ;)

12:31 da tarde  
Blogger Vanda Baltazar said...

Obrigada a ti.


Fácil é, num mundo de sentimentos desnudados, de emoções à flor da pena (pele), neste universo de livres pensamentos e pensadores, criar, através da partilha intíma da alma, os laços que perduram no tempo...

Obrigada a ti.

Deixo-te o meu abraço, para sempre, laço.

12:39 da tarde  
Blogger GarçaReal said...

Muito belo, principalmente...O mel da minha saliva...Achei lindo

bjgrande e Bom Fim de Semana

3:16 da tarde  
Blogger Eu... said...

O amor é lindo, é sagrado, é a turbina da vida que nos faz percorrer as veias da felicidade em busca desse mel cultivado em cada um de nós... (mas nem todos o descobrem).
Parabéns, Doutor, pelas suas palavras. Obrigada por fazer parte dos meus amigos.

Patrícia.

3:41 da tarde  
Blogger Oliver Pickwick said...

"EIS A MINHA HOMENAGEM AOS BLOGGERS, ESSES INCANSÁVEIS CRIADORES DE LAÇOS!"

Ei, José! A boa gente do condado sentiu-se honrada com a sua visita. Esse povo simples aprecia manipuladores hábeis de palavras, capazes de convertê-las, por exemplo, nesses belos versos de "Altar".
A propósito, prezado amigo, sinta-se também homenageado, sobretudo por sua rara inspiração.
Abraços!

6:05 da tarde  
Blogger NARNIA said...

Verdadeiro sopro de suavidade, onde as palavras nos chegam embrulhadas no silêncio de quem lê.

6:46 da tarde  
Blogger Maria P. said...

A sensibilidade em cada palavra.

Um abraço*

9:43 da tarde  
Blogger Um Momento said...

Sorvi cada letrinha

Belo...


(*)

7:19 da manhã  
Anonymous Edson Marques said...

Joaquim Amândio,


Belíssimos, os teus uivos cantados!

Gostei dos teus comentários deixados no blog Mude.

O que é conhecimento? Talvez aquilo que Sócrates dizia nem saber!

Abraços, flores, estrelas..

12:55 da tarde  
Blogger Vanda Baltazar said...

Porque sim.


Porque o adoro ler.


No Over ficou uma pérola, -negra, para si.

:)

2:00 da tarde  
Blogger Alice Matos said...

Palavras soltas por... amor???

Um beijo para ti...

11:32 da tarde  
Blogger Fernando Pinto said...

Gosto do seu poetar, da forma como brinca (respeitando) as palavras...

Abraço

2:23 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Altar

Para onde nos recolhemos em devoção

Com toda a nossa fé…

Em silêncio!!!

MARIA

10:15 da tarde  
Blogger Jorge Cardoso said...

vou até esse Altar e aí coloco as mais cheirosas e belas flores do meu jardim, abençoadas pelo Sol de um desejo perfumado e pelas cores de dois seres
que em palavras de suor e luz, seduz!

retiro-me depois e beberei dessas palavras o licor desse amor.

estalo os meus lábios e digo- perfeito!!!

10:37 da manhã  
Blogger O Micróbio II said...

Este começa bem...

11:49 da manhã  
Blogger irneh said...

Olá

Hoje, os "clics" conduziram-me a este espaço onde a metáfora é forte e as palavras traduzem sentimentos e desejos. Gostei. Voltarei mais vezes.

Beijinhos

11:51 da manhã  
Blogger O Profeta said...

Todos os caminhos têm um sonho
Uma janela é prisioneira da luz
Os caminhos que a chuva percorre são incertos
Nos sonhos és brisa fresca que encanta e seduz


Boa semana


Aquele abraço

9:12 da tarde  
Blogger carlos said...

Profundidade de alma...Intenso e belo.

10:08 da tarde  
Blogger lua prateada said...

"Meus uivos cantados" está lindo amigo parabéns e obrigada pela visita lá na minha lua ela te agradece volta sempre

Somos apenas sêres
Somos fumaça
A vida nos enlaça!...
Mas somos a cena
Do palco da vida!...

Uma feliz semana cheia de coragem e amor.
Beijinho prateado com carinho

SOL

1:14 da manhã  
Blogger Olhos de mel said...

Oie lindinho! Passei para lhe ver e deixei beijos com votos de uma semana feliz!

3:02 da manhã  
Blogger Alessandra said...

ô meu deus! Tanta fé essa que nos permite existir - sentir!? Lindo, beijos!

3:17 da tarde  
Blogger Parvinha da Silva said...

bom... isto é de profissional! A abertura do blog está tão espectacular, que quase perdia a beleza do texto. Sei quem lho vai 'roubar'.

7:24 da tarde  
Blogger Afrodite said...

eu, claro! Mas fique o autor descansado, que publicarei todos os créditos, como deve ser.

7:27 da tarde  
Blogger multiolhares said...

Quando a tela do amor
É pintada com paixão
Dois corpos se unem
Em amor divinal
Beijinhos
luna

8:44 da tarde  
Blogger Justine said...

Uma bela mistura de paganismo/misticismo. Diria que o teu poema é um néctar de muito boa casta...

2:49 da tarde  
Blogger Nilson Barcelli said...

Andas a escrever menos que eu...

Bom resto de semana, abraço.

6:14 da tarde  
Blogger JoAnInHa said...

Em primeiro lugar, muito obrigado pela tua visita no meu blog, e pelo teu comentario! Tens aqui um blog mesmo muito interessante e este poema que postaste é lindissimo, parabens pelo bom gosto! Beijos e passa lá no meu blog sempre que quiseres!

9:54 da tarde  
Blogger O Profeta said...

Olá meu caro amigo, passei par lhe deixar um abraço...

3:31 da tarde  
Blogger Teresa Amaral said...

Parabéns professor, fiquei encantada com o seu blog.
Diante estas poesias tão profundas, palavras para quê!

"Ao altar me ajoelho, perante a minha alma me confesso, entrego a minha fé de todos os dias com a interna glória".

Beijinhos Teresa

11:00 da tarde  
Blogger Teresa Amaral said...

Parabéns professor, fiquei encantada com o seu blog.
Diante estas poesias tão profundas, palavras para quê!

"Ao altar me ajoelho, perante a minha alma me confesso, entrego a minha fé de todos os dias com a interna glória".

Beijinhos Teresa

11:04 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home