quarta-feira, janeiro 04, 2006

rota

irrompeste da placenta materna
ostentando a cor dos trópicos.

leio o mapa do mundo.
inteiro nos traços da tua pele.

navegas-me como uma perfeita rosa cardeal.
saboreio, em oferenda,
o norte com que traças o futuro.

pleno de orientação
chamo-te bússola
chamo-me caminho.

8 Comments:

Anonymous Márcia(clarinha) said...

que nesse caminho tão apaixonante nunca a bússola lhe falte!!
lindas palavras meu querido,
boa noite!!
beijossssssssss

12:35 da manhã  
Blogger RRH 1008 said...

Poesía poesía, que hermosos son los sentimientos cuando el camino esta lleno de pisadas marcadas de bellas poesías

10:34 da manhã  
Blogger RRH 1008 said...

Perdoa te deixe a opinião em Espanhol se não o entendes ta deixo agora em português
Poesia poesia, que formosos são os sentimentos quando o caminho esta cheio de pisadas marcadas de belas poesias.

10:57 da manhã  
Blogger Nelita said...

Estrela guia...
Bússola...
Navegação em mar revolto, num porto de abrigo rejuvenesces...

11:27 da manhã  
Blogger JOLGORIO said...

Dende hoxe o teu caminho
sera llano e non toparas costas
toda-las cunetas que percorras
estaran cheias de rosas brancas
que prantei coa miña propia man.
Espero ir aprendendo verbas portuguesas e algun día ter a capacidade de escribir algun desbarre nesa fermosa lingua con correccion. Unha aperta.

POSTDATA: Se ten que ter algun titulo ese e CAMINHO

4:17 da tarde  
Anonymous Miguel Peixoto said...

Apaixonante é o momento quando nos deixamos guiar.
Apaixonados somos por esses caminhos incógnitos; mas tão sedutores...
Paixão temos pelo perfume das rosas cardeais que insistem em nos conduzir.

Onde quer que elas estejam...

Abraço

8:29 da tarde  
Blogger Henrique Carrola said...

Em tempestades te envolveste,
Por mar revolto navegaste,
Com grande força porém,
O norte sempre encontraste.

Com Bússola ou sem ela, mantém o teu sentimento de amor e paixão pelas coisas belas da Vida, pois é essa tua forma de ser que faz este teu amigo te respeitar cada vez mais.

Um abraço.

12:13 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Tenho especial gosto por este poema, é lindo o sentimento que origina em quem o lê, em quem se sente identificado com cada palavra cheia de sentido contida nele...
Foi feito a pensar nalguém; mas foi meu, foi para mim no momento em que o li, independentemente da mão que o escreveu... este poema foi meu.
Bj. Eugenia

6:41 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home