segunda-feira, janeiro 02, 2006

fronteira

quando conversam, falam a mesma linguagem,
usam o mesmo tom.
entoam a mesma intensidade.


falam para lá das línguas do mundo, num momento sem tempo,
num local sem fronteira,
num espaço onde só cabe o namoro,

no momento de extase entre a brisa do vento e as folhas das árvores,
no deleite transmitido entre os bicos de pássaros em amores de Primavera,
no gozo emanado entre os dedos das mãos que saboreiam,
até a infinitésima parte do segundo ,
que antecede o toque que preside ao começo do seu entrelaçar,
do segredo revelado entre o sussurro das ondas e a areia.


em cada movimento um enamorado mar!

falo então comigo. tanto.


tornei-me um explorador em euforia
por ter descoberto o mais intenso palpitar.
batendo incessante.

o coração. meu.


7 Comments:

Anonymous Maria do Céu Costa said...

Obrigada pela visita ao nosso AQUI. Seguindo as suas pegadas, encontrei este agradavel lugar. Com tempo virei lê-lo com mais atenção.
Entretanto estive a ler o seu "Fronteiras" o qual li e reli em sentido contrário de baixo para cima.
Bom inicio de ano com muita Poesia também. Beijinhos.

3:36 da tarde  
Anonymous Jana said...

Obrigada pela visita e um feliz 2006!

Beijos

4:29 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

a have a great 2006 doll, full of love and poetry...

sol

4:40 da tarde  
Anonymous Márcia(clarinha) said...

mas existe melhor companhia que nosso coração??existe batida mais compassada??
sim,existe,se estiver ao lado de outro coração,sem fronteiras,sem couraças apenas com disposição para ser feliz!
obrigada por sua visita,minha morada é aberta sem trancas,roube o que te convier desde que meu nome esteja gravado,volte e sinta-se em casa,aguardo sua ida com uma taça de vinho [o bom vinho da sua terra].
feliz 2006!
beijossssssssssssss

4:53 da tarde  
Blogger Nelita said...

Que nesse teu palpitar numca sintas uma fronteira...
bjo

5:47 da tarde  
Blogger lonely star said...

lindo, como todos que ja li aqui =)

2:04 da manhã  
Blogger JOLGORIO said...

Boa tarde perdoa o mal que podo escriber en galego/portugues. Unha aperta seguirei visitandote.

POSTDATA: Gosto moito de ler en portugues e unha lingua moi fermosa como a galega e maxica pra poesia.Saudos.

8:21 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home