sexta-feira, outubro 13, 2006

FRAGRÂNCIA




quando o teu cheiro
marca o território
da minha busca,

procurar-te
seria uma ousadia ferida
de um pleonasmo qualquer.

eu em ti
procuro-me.
por onde calcorreias o teu saber
ergue-se a sina
do meu destino.

o teu colo,

no outro lado.

na máscara visível da minha lua!

35 Comments:

Blogger isabelnurse said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

12:31 da manhã  
Blogger Artur Moura Queirós said...

No odor, que descobre o lar de um corpo, vive sempre uma lua, com mascara ou sem mascara, mas sempre com colo, de um só poeta.

Sempre fantásticas, as formas que as palavras tomam, neste blog...:)

12:50 da manhã  
Blogger Freyja said...

es un gusto llegar aqui y leer tus poemas
muchas gracias por tus saludos en Lagrimas, momentos de danza donde se encanta
besitos y que estes muy bien



besos y sueños

4:59 da manhã  
Anonymous Jofre Alves said...

Nesta madrugada em que percorro os blogues venho sempre serenar neste recanto e deixar o meu eco de apreço por esta interessante página. Parabéns.

5:42 da manhã  
Blogger Vanda Baltazar said...

...se todas as sinas se rezassem com tal beleza...

E não, nem sempre os muros são barreiras...são defesas, sim...quantas vezes!

Um beijo

Van

2:41 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

embriagas-me o oculto sentido...
beijos e bom fim de semana

11:09 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Já tinha saudades de te ler. Magnífico!

1:37 da tarde  
Blogger Cris said...

:)))) Não preciso comentar, pois não?
Um beijo

11:17 da tarde  
Blogger titi said...

no escribes en español???...sino, me queda traducir...muy buenos poemas.. un abrazo

11:25 da tarde  
Anonymous rosa maria said...

...
palavras? não tenho..
fica um beijo

6:58 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Q belo 'escrever/sentir continuas a deixar correr nestas páginas!

Perdoa se ñ te visito há mt, mas os afazeres ocupam-me bastante.

E dp, a alma tb anda mais 'silenciada'...

bjs de bem-estar

11:39 da tarde  
Blogger mnemosyne said...

Excelente a concepção desta tela de palavras em que as representações se amalgamam e reflectem o reverso da alma do poeta :)

8:12 da manhã  
Blogger RPM said...

olá amigo Joaquim....

muito me diz este poema que ali colocaste....

e sexta, se tudo correr bem, chega a minha cara-metade e vou procurar-me "em ti"...

abração grande

RPM

11:16 da tarde  
Blogger alejandrapiam said...

en la mascara visible de mi luna...
qué bonito eso

7:47 da tarde  
Anonymous Jaime Pedrosa said...

Um contacto distante de intensidade superior às evidências físicas, contemplação tímida pelo pormenor, poder dos sentidos mais discretos...

Abraço!

Jaime Pedrosa

5:57 da tarde  
Blogger Mia said...

meu querido amigo, vou ficar por aqui, neste teu canto, a sentir o teu cheiro, o teu toque, o teu olhar...

beijo doce

7:43 da tarde  
Blogger Claudia Perotti said...

Que saudades estava das tuas letrinhas sentidas!

Delicei-me!

Beijinhossssssss

9:15 da tarde  
Blogger Miguel Peixoto said...

Os meus passos,
mediante o seu caminho...

Grande abraço de amizade

12:57 da manhã  
Blogger Anjo said...

Existe algo mais poderoso que os sentidos?O cheiro então...pode levar-nos à loucura na procura,na busca de dar ao desejo o desejado.

Um beijo

4:40 da tarde  
Anonymous Márcia(clarinha) said...

Todo querer há de encontrar abrigo..
Saudades de você meu querido
deixo carinho e beijosssssssssssss

12:26 da manhã  
Blogger Bandida said...

Belissimo! Palavras em forma de palavras...
_________

Gostei!

10:08 da tarde  
Anonymous Saramar said...

Maravilhoso, belíssimo!
Só hoje o encontrrei a partir de um comentário no "Esboço" da Angela.
Gostei muito e ficarei por aqui lendo e me encantando.

beijos

2:12 da tarde  
Blogger Betty Branco Martins said...

Olá Joaquim


Belíssimo poema - repleto de aromas....

Beijinhos

BoaSemana

9:26 da tarde  
Blogger eyrenne said...

Leerte siempre deja un buen sabor de boca, como beber miel.

Beijos!!!

:)

11:09 da tarde  
Blogger PIlar M Clares said...

Una vez seguí a una persona por su aroma en la ciudad, un atrevimiento a golpe de imaginación y sobre el destello de sus pisadas.

Medio-entiendo tus palabras. Escucho la esquisitez de tus sonidos. Me gusta sentirme extranjera, pero me compraré un diccionario.
Besos

(mereció la pena asomarme)

11:40 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Palavras que descrevem sentimentos.
Quando penso que a língua nos limita, chego aqui e através destas palavras consigo sentir...

12:53 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Sem tempo até para correr contra o tempo...
Passei a correr mas não podia sair sem deixar votos de uma boa semana.
Beijos

5:18 da tarde  
Blogger mnemosyne said...

N expectativa de novas fragâncias... Um beijo :)

10:17 da manhã  
Blogger Paula Raposo said...

Já não te visitava há uns tempos, mas eu gosto mesmo muito do que tu escreves!! Beijos.

5:21 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

O tempo passa, a vida esmorece, mas…

No compasso lento das horas
Numa corrida contra o tempo
Marco presença mesmo
Que seja só para desejar
BOM FIM DE SEMANA!!!

Beijos
Nadir

4:09 da tarde  
Blogger A MUDANCA said...

Será o cheiro a essência do amor?
Pode parecer animalesco,mas nada grotesco...

Mais palavras para quê!!

Lindo

Beijo

FF

4:27 da tarde  
Blogger dreams said...

e éramos um só...
tudo era reflexo, instinto, cheiro...
éramos saliva, suor, chuva e tempero...

um beijo doce *
“·.¸Dreams¸.·”

11:40 da tarde  
Blogger BlueShell said...

...porque uma concha a menos não faz diferença na imensidão do oceano...

5:16 da tarde  
Blogger Silêncios said...

Parabéns...consegues sempre surpreender pela beleza das tuas palavras...

8:04 da manhã  
Blogger Alessandra said...

me confundo até nesse labirinto... vejo um invertido do outro em mim, dentro (das tuas palavras)

1:49 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home