sexta-feira, março 23, 2007

TEMPESTADE



quando dos teus lábios me sopras um adeus, mergulho célere na protecção da surdez.

neste filme, a despedida é sempre o prenúncio da nossa próxima dança.

nem que seja em mim. nem que seja na lembrança de cada gesto vampírico executado pela tua lágrima a desenhar o meu rosto, carrega toda a simbologia da tua posse em minha oferta, ninho da partilha, comunhão do aconchego.

sigo então os passos que dou, na antecipação do grito sonoro com que cortarão o vazio. ecoam numa manifestação contrária à morte. a verdadeira. a que acontece no volteio do respiro falso, exalado por quem se julga vivo e não passa de um singelo corpo carregado de mácula.
e no vidro da tua vida escorre a minha, contada na música das gotas de chuva.
...
(a inspiração de um poeta obriga sempre outro a exalar poesia nem que, primariamente, sob a forma de comentários.
Forte abraço Artur por me colocar sempre NOLIMIAR)
FOTO: Duarte Pinheiro


43 Comments:

Anonymous Anónimo said...

És um artista, Amândio.

tú a escrever e o Du a fotografar corresponde a duas cabeças iluminadas!

Marlene

5:34 da tarde  
Blogger falcão e cunha said...

Amor, desAmor... e impermanência.
Belíssimo!

5:35 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

olá Estive a ver o seu blog e é um verdadeiro Puzzle de emoções.
Causa-nos uma tempestade cíclica!


helder

5:42 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

é sem duvida deslumbrante!
foto e texto censeguem transportar um unico sentido.

Cris

5:45 da tarde  
Blogger alice said...

o contacto dos olhos com as suas palavras, amândio é um serenar do espírito imediato, agradeço-lhe o verso líquido que aqui semeou. um abraço e, se me permite, saudades.

5:55 da tarde  
Blogger Aurelio said...

A profundidade e o lirismo estético de sempre... Com certeza o próximo livro será mais um sucesso e um delicioso presente para os leitores.

Abraço do amigo,
Aurélio

6:11 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

gostei muito... achei muito intenso!


Parabéns!

C.

6:41 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

ainda estou a digerir.


JSN

6:41 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

....pela associação à chuva, à melancolia (por mim percepcionada) do poema e principalmente pela analogia que se faz da imagem com " e no vidro da tua vida escorre a minha, contada na música das gotas de chuva", está magnífico!

Cacilda

6:48 da tarde  
Blogger isabel mendes ferreira said...

vida de vidro?





_______________






como sempre mt bom.




abraço.

10:53 da tarde  
Anonymous Márcia(clarinha) said...

Resta-me deixar elogios e muito carinho desejando lindos dias querido,
beijosssssssss

1:44 da manhã  
Blogger Arion said...

Lindo, que dizer mais?...

3:06 da tarde  
Blogger veldrane_sucubus said...

sempre se falam de saudade por ondem passam... isso eh bom... estou com uma necessidade extrema de sentir saudade... isso é bom... sempre bom...

8:19 da tarde  
Blogger João C. Santos said...

excelente texto, gostei das suas palavras...

um abraço e boa semana

9:31 da tarde  
Blogger ≈♥ Nadir ♥≈ said...

Lindissimo :)
Beijo e boa semana

10:41 da tarde  
Anonymous Bubbles said...

Gosto muito. *

12:03 da tarde  
Anonymous clarice said...

O vento que sopra adeus tanbém é vento de novo dia.
Carinhos Amândio

2:43 da tarde  
Blogger ~*Vica*~ said...

"e no vidro da tua vida escorre a minha, contada na música das gotas de chuva"... lindo isso!! Lindo!! Obrigada pelas belas palavras que escreves neste teu blog.

11:22 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Até há bem pouco o tema poesia era algo que me induzia a um leigo desconforto.
Quando sugeriste que viesse a este blog e partilhasse um momento teu com um comentário meu até tremi.
Hoje é impossível ignorar o facto dos teus versos invadirem os meus sonhos ... I wonder ... o poder da sua musicalidade...

Bjns
T.

7:35 da manhã  
Anonymous pequenita said...

È sempre emocionante let-te e eler-te....ler-te e reler-te...

10:55 da manhã  
Blogger RPM said...

Joaquim!

5 estrelas continuas....

vou-te 'mostrar' aos meus amigos como um homem/poeta a ler.

abraço grande, amigo

RPM

6:03 da tarde  
Blogger Luna said...

cwknhpJulgamo-nos seres viventes, pois balbuciamos palavras, respiramos sorrisos, mas estamos moribundos, ou já perecemos, pois vivemos sem viver, caminhamos sem caminhar, e a vida passa sem passar...

beijos

8:22 da tarde  
Blogger un dress said...

cheguei aqui e fiquei...meio estonteada com estas letras de prata e mel

...um linho muito leve a cobri-las. o murmúrio...

:)

10:31 da tarde  
Blogger serenidade said...

jpffAmândio,
lindissima inspiração, agradavel tempestade.

Sereno sorriso sereno.

11:35 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

o adeus e a saudade vivem a me perseguir!
vida de poeta é assim....fazer o quê???
bj e parabéns pela excelente postagem.Gisele

2:52 da manhã  
Blogger Dulce said...

uma bela prosa poética...
gostei daqui
um beijo,

12:15 da tarde  
Anonymous Isabel said...

Bom, bom, bom, muito bom.
Este meu desmesurado amor pelas palavras faz-me ficar tão tão cheia , tão transbordante quando encontro alguem que escreve assim...
Bebi as tuas palavras e embebedei-me.
Não saio saciada saio bêbeda.
Uma tempestade poética porque as tuas gotas de chuva são chuva torrencial em mim.

Lindo!

Isabel

5:23 da tarde  
Blogger Doces Momentos said...

Passei para deixar um beijo doce

9:05 da tarde  
Blogger un dress said...

em cada gota há uma
floresta
(não de vidros antes
de folhas. enormes as folhas.)

na floresta as pessoas sorriem

sem mistério:
sabem há muito
muuuuuuuuuuuito tempo
da profunda densidade
transitória
do tempo e dos fluidos

11:29 da manhã  
Blogger Artur Moura Queirós said...

Um poeta cria jardins no bosque mais inóspito.
Os meus arbustos em fase de lapidação ganham um novo fulgor, ao se deliciarem com a beleza com que um criador fragmenta tronco, ramos e folhas originando flores que humedecem a mais ressequida das consciências...:)

Porque entre vidros vivem salpicos de esperança!

3:55 da tarde  
Blogger Ana Paula Afonso said...

mais um comentário para juntar aos 30 que já cá estão...

adoro este blog! Encontrei-o há algum tempo num quakquer passeio pela blogsfera dos amigos.

6:18 da tarde  
Blogger Ana Paula Afonso said...

mais um comentário para juntar aos 30 que já cá estão...

adoro este blog! Encontrei-o há algum tempo num quakquer passeio pela blogsfera dos amigos.

6:19 da tarde  
Blogger Nilson Barcelli said...

Tudo o que escreves é sempre bom.
Seja poesia ou prosa poética.
...e no vidro da tua vida escorre a minha, contada na música das gotas de chuva. ...
O final é brilhante.
Boa Páscoa.
Abraço.

5:28 da tarde  
Blogger serenidade said...

E relendo mais uma vez esta tempestade, deixo os desejos de
que esta Páscoa seja uma época de renascer para uma nova realidade e mais sublime forma de ser cada um.

Beijos serenos amendoados.

11:24 da tarde  
Blogger Eduardo Abreu said...

Vim à procura de novidades...

Sugeri aos leitores do Univeros Virtuais que conheçam o tua poesia. Ela merece ser divulgada.

Abraço.

10:41 da manhã  
Blogger CM said...

Intenso e único...

Beijo

5:38 da tarde  
Anonymous rosa maria said...

Sempre um deleite, vaguear por aqui...

7:55 da tarde  
Anonymous nat said...

ai se todos que escrevem tivessem a sua sensibilidade...
iria ser um mundo mais colorido, acredite ;Dw

12:22 da tarde  
Blogger aflores said...

Dizem que depois da tempestade, vem a bonança. Assim seja.


Agradeço e retribuo visita ao meu blog;)

4:45 da tarde  
Blogger karla said...

_♥♥_♥♥
_♥♥___♥♥
_♥♥___♥♥_________♥♥♥♥
_♥♥___♥♥_______♥♥___♥♥♥♥
_♥♥__♥♥_______♥___♥♥___♥♥
__♥♥__♥______♥__♥♥__♥♥♥__♥♥
___♥♥__♥____♥__♥♥_____♥♥__♥_____
____♥♥_♥♥__♥♥_♥♥________♥♥
____♥♥___♥♥__♥♥
___♥___________♥
__♥_____________♥
_♥____♥_____♥____♥
_♥____/___@__\\___♥
_♥____\\__/♥\\__/___♥
___♥_____W_____♥
_____♥♥_____♥♥
_______♥♥♥♥♥
Uma Páscoa Muito Feliz...

São os meus votos sinceros... :)

2:04 da manhã  
Blogger alice said...

querido amândio. venho em missão de paz e amizade, desejar-lhe uma feliz páscoa. beijinho grande *

6:50 da tarde  
Blogger MARIA VALADAS said...

Obrigada pela visita!

Vim encontrar um espaço que faz as minhas delícias...

Soberbo!!

Abraço de uma nova amiga

Maria

2:42 da manhã  
Blogger ≈♥ Nadir ♥≈ said...

Beijokas........

      ¨`*• (¨`•.•´¨) ♡ .•*´
      ¨`*• .`•.¸(¨`•.•´¨) ♡ .•*´
      ¨`*• ♡ × `•.¸.•´  

3:10 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home